Vinde, Espirito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor.

 

www.oracoesparaocoracao.com

menu
  • Primeiro Mistério

    MISTÉRIOS  DOLOROSOS

     

    No Primeiro Mistério contemplamos

     

    A AGONIA DE JESUS NO HORTO DAS OLIVEIRAS

     

     

    "Conforme o seu costume, Jesus saiu dali e dirigiu-se para o monte das Oliveiras, seguido dos seus discípulos.  Ao chegar àquele lugar, disse-lhes : Orai para que não caiais em tentação.  Depois se afastou deles à distancia de um tiro de pedra e, ajoelhando-se, orava : Pai, se é de teu agrado, afasta de mim este cálice!  Não se faça, todavia, a minha vontade, mas sim a tua.   Apareceu-lhe então um anjo do céu para confortá-lo.  Ele entrou em agonia e orava ainda com mais instância, e seu suor tornou-se como gotas de sangue a escorrer pela terra.  Depois de ter rezado, levantou-se, foi ter com os discípulos e achou-os adormecidos de tristeza.  Disse-lhes : Por que dormis ? Levantai-vos, orai, para não cairdes em tentação".

     

    As orações de Jesus ao Pai constituem uma das mais belas cenas do Evangelho.  Onde encontrar, em toda a obra da criação, um relacionamento com Deus tão rico quanto aquele? Jesus é para nós o divino exemplo e conselheiro.  Aprendemos d'Ele a rezar para não cair em tentação.

     

    Por este Mistério, peçamos por intercessão da Santíssima Virgem a graça de nos beneficiarmos plenamente das orações de Jesus, em especial desta, feita no Horto das Oliveiras, e assim sejamos com Ele contemplativos

     

    Pai-Nosso, 10 Ave-Marias, Glória, Ó meu Jesus ...

     

     

    Graças do Mistério da Agonia no Horto das Oliveiras, descei em nossas almas.  Amém.

     

     

     

  • Segundo Mistério

    MISTÉRIOS DOLOROSOS

     

    No Segundo Mistério contemplamos

     

     A FLAGELAÇÃO DE JESUS

     

     

    "Pilatos entrou no pretório, chamou Jesus e perguntou-lhe :  És tu o rei dos judeus? Jesus respondeu : Dizes isso por ti mesmo, ou foram outros que te disseram de mim? Disse Pilatos: Acaso sou judeu? A tua nação e os sumos sacerdotes entregaram-te a mim.   Que fizeste ? Respondeu Jesus : O meu Reino não é deste mundo.  Se o meu Reino fosse deste mundo, os meus súditos certamente teriam pelejado para que eu não fosse entregue aos judeus.  Mas meu Reino não é deste mundo.  Perguntou-lhe então Pilatos : És, portanto, rei ? Respondeu Jesus : Sim, eu sou rei.  É para dar testemunho da verdade que nasci e vim ao mundo.  Todo o que é da verdade ouve a minha voz.  Disse-lhe Pilatos : Que é a verdade ? ...  Falando isso, saiu de novo, foi ter com os judeus e disse-lhes : Não acho nele crime algum.  Pilatos mandou então flagelar Jesus".

     

    Esta é a atitude frequente de todos os que buscam uma posição neutra entre o bem e o mal : em situação crítica, preferem de certa maneira, sacrificar algo do Bem, em busca de um abrandamento do mal.  Como em Jesus, Pilatos não encontrava crime algum, mandou-O flagelar.

     

    Por este Mistério, peçamos por intercessão da Santíssima Virgem a graça de sempre atender com entusiasmo e perfeição aos chamados de Deus, a fim de que não sigamos jamais o exemplo de Pilatos, mandando flagelar Jesus.

     

    Pai-Nosso, 10 Ave-Marias, Glória, Ó meu Jesus ...

     

    Graças do Mistério da Flagelação, descei em nossas almas.  Amém.

     

     

  • Terceiro Mistério

    MISTÉRIOS DOLOROSOS

     

    No Terceiro Mistério contemplamos

     

    A COROAÇÃO DE ESPINHOS DE JESUS

     

     

    "Rei e Deus verdadeiro, Jesus, depois de ter seu sacratíssimo corpo lacerado pelos açoites dos algozes, sofreu na sua fronte adorável o tormento dos espinhos.  Esse suplício, de si tão doloroso, foi acompanhado de outros, como bofetadas, escarros, sarcasmos e blasfêmias dos soldados, segundo atestam os evangelistas :

    Os soldados conduziram-no ao interior do pátio, isto é, ao pretório, onde convocaram toda a corte.

    Vestiram Jesus de púrpura, teceram uma coroa de espinhos e a colocaram na sua cabeça.  E começaram a saudá-lo : Salve, rei dos judeus ! Davam-lhe na cabeça com uma vara, cuspiam nele e punham-se de joelhos como para homenageá-lo.  Depois de terem escarnecido dele, tiraram-lhe a púrpura, deram-lhe de novo as vestes e conduziram-no para fora, para crucificar".

     

    Por este Mistério, peçamos por intercessão da Santíssima Virgem, a graça de suportar com humildade e resignação as injúrias e ofensas, ainda que injustas, mantendo sempre – como Jesus – um alto senso de nossa dignidade.

     

    Pai-Nosso, 10 Ave-Marias, Glória, Ó meu Jesus ...

     

    Graças do Mistério da Coroação de Espinhos, descei em nossas almas.  Amém.

     

     

  • Quarto Mistério

    MISTÉRIOS  DOLOROSOS

     

    No Quarto Mistério contemplamos

     

    JESUS A CAMINHO DO CALVÁRIO, LEVANDO A CRUZ ÀS COSTAS

     

    "Enquanto o conduziam, detiveram um certo Simão de Cirene, que voltava do campo, e impuseram-lhe a cruz para que a carregasse atrás de Jesus.  Seguia-o uma grande multidão de povo e de mulheres, que batiam no peito e o lamentavam.  Voltando-se para elas, Jesus disse : Filhas de Jerusalém, não choreis sobre mim, mas chorai sobre vós mesmas e sobre vossos filhos.  Porque virão dias em que se dirá : Felizes as estéreis, os ventres que não geraram e os peitos que não amamentaram !  Então dirão aos montes :  Caí sobre nós !  E aos outeiros : Cobri-nos ! Porque, se eles fazem isto ao lenho verde, que acontecerá ao seco ?  Eram conduzidos ao mesmo tempo dois malfeitores para serem mortos com Jesus".

     

    Nosso Senhor Jesus Cristo, logo depois de condenado por Pilatos, tomou a cruz sobre os ombros para levá-la ao Calvário e nela morrer crucificado.  Ele a carregou sem manifestar repugnância alguma.  Antes, abraçou-a com amor indizível, porque desejava arvorar bem alto o estandarte sob o qual haveriam de se alistar seus seguidores nesta Terra.  Sob o peso dela, Jesus alcançava nossa salvação; e com seu exemplo, dava-nos forças para abraçarmos nossa própria cruz, e assim vencermos as provas desta vida.  É através da cruz que, com Ele, compartilharemos depois o Reino dos Céus.

     

    Por este Mistério, peçamos por intercessão da Santíssima Virgem a paciência, a coragem e a fortaleza necessárias para carregarmos todas as nossas cruzes.

     

    Pai-Nosso, 10 Ave-Marias, Glória, Ó Jesus ...

     

    Graças do Mistério do Caminho do Calvário, descei em nossas almas.  Amém.

     

  • Quinto Mistério

    MISTÉRIOS  DOLOROSOS

     

    No Quinto Mistério contemplamos

     

     A CRUCIFIXÃO E MORTE DE JESUS

     

    "Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena.  Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe : Mulher, eis aí teu filho.  Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe.  E dessa hora em diante o discípulo a levou para sua casa.  Em seguida, sabendo Jesus que tudo estava consumado, para se cumprir plenamente a Escritura, disse : Tenho sede.  Havia ali um vaso cheio de vinagre.  Os soldados encheram de vinagre uma esponja e, fixando-a numa vara de hissopo, chegaram-lhe à boca.  Havendo Jesus tomado do vinagre, disse : Tudo está consumado.  Inclinou a cabeça e rendeu o espírito".

     

    Eis a grandeza e o mistério de um Deus que se faz Homem e permite ser morto na cruz para redimir o gênero humano.  Um só gesto seu seria suficiente para tal, entretanto preferiu entregar até a última gota de seu preciosíssimo sangue.

    E que devemos fazer só para retribuir tão divina bondade ? Se "amor com amor se paga", só mesmo com um amor sem limites e exclusivo por Jesus e sua Mãe Santíssima, seremos justos para com nosso Salvador.

     

    Por este Mistério, peçamos a Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento a graça da conversão dos pecadores, a perseverança dos justos e o alivio das almas do Purgatório.

     

    Pai-Nosso, 10 Ave-Marias, Glória, Ó meu Jesus ...

     

    Graças do Mistério da Crucifixão e Morte de Jesus, descei em nossas almas.  Amém.

     

     

Loading the page...

www.oracoesparaocoracao.com

email: administrador@oracoesparaocoracao.com